quarta-feira, 20 de junho de 2018

ANIVERSÁRIO - FAB realiza solenidade comemorativa ao dia do CAN e da Aviação de Transporte

Evento foi realizado nesta terça-feira (12) e contou com representação do momento histórico

Uma cerimônia militar celebrou o Dia do Correio Aéreo Nacional (CAN) e da Aviação de Transporte, no Rio de Janeiro (RJ), nesta terça-feira (12). O evento foi realizado no Campo dos Afonsos e contou com a presença do Comandante da Força Aérea Brasileira (FAB), Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato; do ex-Comandante da FAB, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista; além de Oficiais-Generais membros do Alto-Comando.
O Major-Brigadeiro do Ar José Maria Custódio de Mendonça foi homenageado em reconhecimento pela participação na construção da história do Correio Aéreo Nacional. “Eu fiquei muito honrado por receber a homenagem. Servi a Força Aérea por 40 anos, sendo mais de 20 na Aviação de Transporte, iniciando nas aeronaves C-119, Búfalo e C-130 Hércules. Realmente foi o período muito importante”. O veterano também ressaltou os feitos do CAN. “Só quem participou das missões naqueles rincões do norte, da Amazônia, que conhece a obra que foi realizada pelo Correio Aéreo Nacional”, afirmou.

O Comandante da Ala 11, Brigadeiro do Ar Mozart de
Oliveira Farias, onde estão sediados quatro esquadrões de transporte, ressalta o papel essencial que tem esta aviação, tanto no campo militar, quanto no campo civil. “A aviação de transporte está sempre presente no dia a dia das pessoas, seja nas missões de reabastecimento em voo, nas missões de transporte aerologístico e lançamento de paraquedistas ou cargas, como também no transporte de órgãos, evacuação aeromédica e transporte de urnas”, disse.

Durante a cerimônia, a aeronave Curtiss Fledgling, de matrícula K-263, ficou em exposição. Esta aeronave protagonizou, no ano de 1931, a criação do Correio Aéreo Nacional. Os militares que representaram a tripulação à época foram os Tenentes Aviadores Leonardo Moura Ferreira e Jonas Pereira Silva. Eles realizaram a entrega da ordem do dia alusiva ao aniversário do Correio Aéreo Nacional ao Comandante da Força Aérea. A entrega representou o primeiro transporte realizado pelo CAN.
A data histórica contou, ainda, com imposição das medalhas “Mérito Operacional Brigadeiro Nero Moura” e “Eduardo Gomes Aplicação e Estudo”. Veteranos do Correio Aéreo Nacional e integrantes da Aviação de Transporte encerraram a cerimônia em desfile sob o comando do Brigadeiro do Ar Clóvis de Athayde Bohrer, veterano do CAN.

Data histórica - No dia 12 de junho de 1931, um malote com duas cartas deveria ser entregue à sede dos Correios e Telegráfos em São Paulo pelos Tenentes Nelson Freire Lavénère Wanderley e Casemiro Montenegro Filho. Para cumprir o objetivo os militares decolaram do Campo dos Afonsos, Rio de Janeiro, a bordo do biplano Curtiss Fledgling K-263 com destino ao Campo de Marte, na capital paulista. Como não conseguiram localizar o aeródromo, pousaram no Jockey Clube Paulista da Mooca e completaram a tarefa a pé.

A partir daí iniciava-se a saga que, além do transporte de passageiros levou, sob suas asas, solidariedade e ajuda humanitária aos mais distantes rincões do país. O Correio Aéreo Militar surgiu, idealizado pelo então Ministro da Guerra, General José Fernandes Leite de Castro.
Sob o comando do então Major Eduardo Gomes, o Correio Aéreo Militar expandiu-se pelo interior do país. Com a criação do Correio Aéreo Naval, em 1934, as linhas da Aviação Militar multiplicaram-se pelo Centro-Sul. O recebimento de aeronaves mais modernas e a marcação de novos campos de pouso possibilitaram a descoberta dos caminhos para a mais remota das regiões: a Amazônia. Em 1941, com a criação do Ministério da Aeronáutica, houve a fusão dos Correios Aéreos Militar e Naval, e surgiu o Correio Aéreo Nacional (CAN).


Fotos Sargento Bianca Viol

Nenhum comentário:

Postar um comentário