terça-feira, 31 de outubro de 2017

1ºGTT participa do combate ao incêndio na Chapada do Veadeiros

Desde o primeiro dia de operação no combate ao incêndio que atinge a Chapada dos Veadeiros (GO), a Força Aérea Brasileira (FAB) lançou 96 mil litros de água em oito saídas realizadas com uma aeronave C-130 Hércules. Até agora, já foram realizadas 13h20min de voo para auxiliar na extinção dos focos.

Nesta sexta-feira (27), quarto dia de operação da FAB, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) vai realizar uma avaliação da área. "Eles vão avaliar a área em que atuamos até ontem (quinta-feira). Ao término dessa análise, vamos receber deles as necessidades para planejar e acionar as próximas missões", explica o Oficial de Ligação da operação, Coronel Aviador Giancarlo França Apuzzo.
Na quinta-feira (26), foram realizadas três saídas, a primeira às 7 horas da manhã, e a última ao meio-dia. A cada saída, que leva cerca de 1h30min de voo, são realizados dois lançamentos, com 6 mil litros cada e que conseguem cobrir uma extensão de 500 metros.

 O C-130 Hércules, do 1º Grupo de Transporte de Tropa (1º GTT), possui um sistema chamado MAFFS, do inglês Modular Airborne Fire Fighting System. O equipamento é composto por cinco tanques de água, dois tubos que se projetam pela porta traseira do avião e pode levar até 12 mil litros de água. 



Duas tripulações e uma equipe de solo – totalizando 26 militares - estão engajados na operação. Duas piscinas de 22 mil litros de água ficam cheias para que o reabastecimento da aeronave aconteça o mais rápido possível.


Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Emília Maria
Fotos: Cabo André Feitosa/CECOMSAER 

1º GTT realiza Exercício Operacional Barão I

Sob coordenação da Ala11 e Ala2, entre os dias 15 e 21 de outubro foi realizado na cidade de Anápolis, Goiás, o Exercício Operacional Barão I, que visa o adestramento das equipagens nas ações de reabastecimento em voo, REVO, buscando, assim, a elevação operacional das tripulações envolvidas. Para isso, foram voados pouco mais de 25h e transferidos mais de 83000 lbs de combustível nestas ações, contando com a participação do 1ºGTT, 1º/1ºGT e dos esquadrões 1º/4ºGAV e 1ºGDA.


quarta-feira, 9 de agosto de 2017

1º GTT e 1º/1º GT participam de adestramento de Salto Livre Operacional (SLOP) em grandes altitudes


Durante os dias 23 e 28 de Julho deste ano, tripulantes do 1ºGTT, do 1º/1º GT e paraquedistas da Marinha do Brasil, do Exército Brasileiro e da Força Aérea Brasileira realizaram em Campo Grande (MS) o adestramento de Salto Livre Operacional (SLOP) em grandes altitudes, treinamento este visando à realização da 9ª fase da OPERAÇÃO GUARANI.
Sob coordenação do Grupo Kilo (Grupo de Trabalho de Implantação da Aeronave KC-390  na Força Aérea), foram realizados lançamentos em 12000ft, 18000ft e em 23000ft, a fim de que os conhecimentos e experiências vivenciadas na operação com o C-130 Hercules contribuam para o desenvolvimento do Projeto KC-X. Vale ressaltar que estes lançamentos também serão realizados na aeronave KC-390 em setembro. 

Com previsão de chegar para a Força Aérea em junho de 2018, a aeronave KC-390 será operada, inicialmente, pelo 1º/1º GT, sediado na Ala 11, Galeão (RJ), cumprindo missões de Transporte Aéreo Logístico, Reabastecimento em Voo, Busca e Salvamento, Infiltração Aérea, Assalto Aeroterrestre, Evacuação Aeromédica e Combate à Incêndio em Voo, entre outras. 




Neste vídeo temos alguns momentos desse voo, dentre eles a desnitrogenação pulmonar e o salto a 2300ft.

sexta-feira, 21 de julho de 2017

1º GTT celebra o 29º Encontro dos Ofídios



No dia 14 de julho, o Primeiro Esquadrão de Transporte de Tropa (1º GTT) comemorou, no Pátio de Solenidades da Ala 11, o 29º Encontro dos Ofídios. Durante a formatura militar, foram homenageados os Destaques Profissionais e de Segurança Operacional de 2017, bem como entregues os Destaques Operacionais do Comando de Preparo, menções Platina, Ouro e Prata.




Ainda na solenidade, o Comandante do 1º GTT, Tenente-Coronel Marcelo da Silva Ribeiro, prestou homenagens aos Comandantes do Grupo e dos Esquadrões Coral e Cascavel de outrora, entregando-lhes uma lembrança. Em suas palavras, o comandante destacou a honra e o privilégio de comandar o seleto Grupo.
 




E sob o comando do Ten Brig Ar R1 Vilarinho, os ex-integrantes incorporaram a tropa e desfilaram acompanhados por um aeromodelo da aeronave C-115 Búfalo, revivendo momentos incríveis vividos em seus anos de Força Aérea.
 



A cerimônia foi presidida pelo Exmo. Sr. Comandante da Ala 11, Brigadeiro do Ar Mozart de Oliveira Farias, e contou com a presença dos Excelentíssimos Senhores: Ten Brig Ar R1 Paulo Roberto Cardoso Vilarinho, Maj Brig Ar R1 José Maria Custódio de Mendonça, Comandante da Brigada de Infantaria Paraquedista, Gen Bda Kleber Nunes de Vasconcelos, Diretor do Hospital de Força Aérea do Galeão, Brig Med Julio Cesar da Gama Apolinario, Brig Ar R/R Emílio Fernando Drummond, Brig Ar R1 Hélio Severino da Silva Filho, Brig Ar R1 Marco Antonio Kling, Brig Ar Cesar Estevam Barbosa.


segunda-feira, 26 de junho de 2017

Reunião da Aviação de Transporte e apresentação da nova diretoria AMEAVITA

Evento reuniu quatorze Esquadrões de Transporte da FAB.
            A Reunião da Aviação de Transporte (RAT) foi realizada no dia 11/06, na Ala 11, no Rio de Janeiro (RJ), dando início às atividades comemorativas do 86º Aniversário do Correio Aéreo Nacional e do Dia da Aviação de Transporte.
         Com a participação de representantes dos quatorze Esquadrões de Transporte da Força Aérea Brasileira, a reunião foi presidida pelo Comandante do Comando de Preparo, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Egito do Amaral, e teve a presença de diversos Oficias-Generais e militares pertencentes à Aviação de Transporte de ontem e de hoje.
          O ciclo de palestra apresentou temas de interesse como a “Operação do KC-390 no Cenário Tático”, a “Operação do F-39 no Cenário Tático”, as “Perspectivas da Seção de Avaliação e Doutrina do COMPREP” e o “Desenvolvimento de Processos para o Preparo da Força Aérea”, esta última ministrada pelo Comandante do COMPREP. Encerrando as atividades da manhã, o Vice-Presidente da Associação dos Membros de Equipagens da Aviação de Transporte Aéreo (AMEAVITA), Major-Brigadeiro do Ar Reformado José Maria Custódio de Mendonça, proferiu palestra informativa sobre a entidade. Na ocasião foram apresentados os novos membros da diretoria da e do Conselho Fiscal AMEAVITA: 



 NOVA DIRETORIA AMEAVITA

 PRES- EMÍLIO FERNANDO DRUMMOND – BRIG. R1; e
 VICE- JOSÉ MARIA CUSTÓDIO DE MENDONÇA- MB. RFM.

 CONSELHO FISCAL:
 FERNANDO MOURA CORREIA- CEL. RFM;
 BRUNO MORELO ROCHA- MAJ. AV;
 VALDIR TAVEIROS- MAJ. ESP. RFM;
 NILTON DIAS MONTEIRO-TEN. RFM; e
 WILLIAM  DE SOUSA DOMINGUES- 1S BET.


       A reunião ainda foi marcada pelo tradicional Almoço da Aviação de Transporte, realizado no Hangar do 1º/2º GT. Ao final, os participantes entoaram a Canção da Aviação de Transporte e homenagearam o Major-Brigadeiro do Ar Reformado Wilson Freitas do Valle, o tripulante mais experiente a participar do almoço. Há 41 anos, o oficial-general realizou o primeiro reabastecimento em voo da FAB, pilotando o KC-130 Hércules FAB 2462.


ALOCUÇÃO AMEAVITA REUNIÃO ANUAL 11/06/2017

            “Soldados de França! Do alto destas pirâmides, 50 séculos vos contemplam!
            Com estas palavras Napoleão Bonaparte saudou o seu Exército ao conquistar o Egito. Delas me socorro para saudar os queridos confrades  da Associação dos Membros de Equipagens da Aviação de Transporte Aéreo que acorreram à esta nossa reunião anual. Com elas desejo ressaltar a importância da História nas nossas vidas, já que, individualmente, cada um de nós é responsável pelo que ajudou a, coletivamente, construir nas instituições que integrou. Esta responsabilidade histórica nos faz fiadores do futuro, para que não caiam no esquecimento as grandes realizações e, sobretudo, formem a base da evolução e do aperfeiçoamento que as novas gerações haverão de implementar.

            As tradições têm que ser cultuadas, pois que a doutrina e a técnica são calcadas, ao longo dos anos, na experiência, no comprometimento, na dedicação e, não raro, no sacrifício para o cumprimento da missão. As instalações físicas por onde passamos são o repositório material dos feitos de tantas e tantas gerações. São guardiãs dos muitos momentos de alegria, de sofrimento e, acima das pueris vaidades, do júbilo pelo que foi realizado e é transferido aos nossos sucessores em nome do mesmo Ideal que nos animou, os anima hoje e haverá de estar sempre impulsionando a vontade e a determinação dos profissionais integrantes da Aviação de Transporte. Como, sem dúvida e felizmente, acontece em todas as Aviações especializadas em cada uma das múltiplas funções de uma Força Aérea coesa, onde o todo a torna eficiente e forte, ao contrário da segmentação que nega a interdependência dos atores neste vasto e maravilhoso cenário. Cenário onde o “Voar” e o “Fazer Voar” fazem parte de um mesmo corpo em obediência à Razão, à Lógica e aos tantos valores que, na Paz ou na Guerra, habitam o Céu dos Aviadores.     

            Nos sagrados sítios representados pelos tradicionalíssimos Campo dos Afonsos e Ponta do Galeão, assim como nas mais recentes Bases e, em especial, nas antigas herdadas dos nossos precursores, a Marinha do Brasil e o Exército Brasileiro, o seu venerado chão e suas paredes são como testemunhas perenes de tanta e tão bonita história e falam alto aos ouvidos daqueles que, dotados da necessária sensibilidade, orgulho e respeito, são capazes de as ouvir e entender o significado das pedras, da cal e do cimento na preservação do nosso passado.
            Da mesma forma que a argamassa de inúmeras edificações da humanidade, em todos os tempos, marcou a presença dos povos neste planeta, as instalações das Organizações Militares, modernamente, nas muitas e diferentes regiões deste Brasil ainda em formação, marcam sua presença física, política, econômica, social, educacional, tecnológica e humanitária indispensáveis para a construção da nacionalidade, na qual temos a ventura de participar.

            E, então, sob o exemplo do grande General Corso, eu vos digo, modestamente, mas com a mesma convicção: HOMENS E MULHERES DA AVIAÇÃO DE TRANPORTE! DOS CÉUS DESTE PAÍS CINCO SÉCULOS DE BRASILIDADE VOS CONTEMPLAM! 


LANÇAR! SUPRIR! RESGATAR!"
(texto: Coronel Aviador Renato Paiva Lamounier)